Comunidade fangueira

-onde quer que estejam e sintam a energia incomparável da sua terra...

Maria Manuela Oliveira Santos
  • Feminino
  • Senhora da Hora-MTS
  • Portugal
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Maria Manuela Oliveira Santos

  • joana Alexandra Santos
  • RUI MIGUEL GAIFEM CAMPOS
  • susana santos
  • Paulo Artur Gonçalves Antunes
  • Jorge de Sequeira
  • Manuel Ferreira Vieira

Música

Carregando...

Discussões de Maria Manuela Oliveira Santos

Curiosidade: A palavra Fão
17 respostas 

Curiosidade: A palavra Fão, aparece já em 1856 numa relação depovoadores da Serra de São Xavier, próximo a Júlio de Castilhos.Trata-se de Serafim de Oliveira Fão. Já em 1889, em Passo Fundo um…Continuar

Iniciou esta discussão. Última resposta de Jorge de Sequeira 8 Out, 2010.

Homenagem a meu Tio ALCEU MARIA VINHA DOS SANTOS
1 resposta 

Independentemente de não aceder diáriamente á pagina da Comunidade Fangueira por motivos pesoais, nunca deixo de pesquisar noticias que directa ou indirectamente se relacionem com os meus…Continuar

Iniciou esta discussão. Última resposta de Jorge de Sequeira 25 Set, 2010.

" NADA " ( de ABEL MARIA VINHA DOS SANTOS )

N    A    D    AJá fui divina Idea, Pensamento,Incriado. Eu fui perfeita realidade,Outra, que não a minha humanidade,Que depois de criada foi Tormento!Já fui divina essência, no momentoEm que era…Continuar

Started 13 Maio, 2010

Alceu Maria Vinha dos Santos

Arquivo: Edição de 15-10-2008( Jornal o Vianense )Câmara Municipal de Esposende distinguiu três cidadãos e uma colectividade, no Dia da Cidade e do Município, que se comemorou no passado dia 19 de…Continuar

Started 11 Maio, 2010

Fão e seus hospitais

OS HOSPITAIS DA SANTA CASADA MISERICÓRDIA DE FÃO1 - Vamos dar uma ideia geral do que ocorreu ao longo dos anos com a assistência nadoença sob orientação da Santa Casa da Misericórdia de Fão.Não…Continuar

Started 10 Maio, 2010

Um dia, talvez

Um dia, talvez, num futuro não muito distante,quem sabe, irei conhecer, todos aqueles que de  alguma forma privaram com o meu Pai e Tios, ouvindo histórias passadas com as quais me delicio.Obrigada…Continuar

Started 7 Maio, 2010

" Uma noite sem fim anoiteceu..." de Abel Maria Vinha dos Santos
11 respostas 

Uma noite sem fim anoiteceu...Ao meu irmão AlceuAnoiteceu na minha NaturezaUma terrível noite escura e fria...E tudo quanto foi viva alegriaE' Dor apenas, tràgica tristeza !Tive manhãs de olímpica…Continuar

Iniciou esta discussão. Última resposta de Jorge de Sequeira 6 Maio, 2010.

Jaime Maria Vinha dos Santos - Rei do KO
3 respostas 

O meu Pai, natural de Fão-Esposende, nasceu a a 20 de Junho de 1917, tinha 4 irmãos; chamavam-se “Alceu Maria”, “Artur Maria”, “Alceu Maria”, havia uma menina, quemorreu muito bebé, e que não sei o…Continuar

Iniciou esta discussão. Última resposta de Jorge de Sequeira 3 Maio, 2010.

 

Bem-vindo(a), Maria Manuela Oliveira dos Santos!

Fotos de Maria Manuela Oliveira Santos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos de Maria Manuela Oliveira Santos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Maria Manuela Oliveira Santos

O U T O N O de Abel Maria Vinha dos Santos( reproduzido integralmente pelo original )

Outono, Andam as fôlhas pelo ar!

Doidas, bailando num bailar de morte!

Triste Lamento, - Génio de Mozart! -

Soluça atrás de mim o vento norte!



E, emquanto as fôlhas andam a bailar,

Escuto...Escuto a retumbância forte,

Wagneriana e trágica do Mar,

Onde andam vidas, num abismo, à sorte!



Escuto...Escuto...E tudo chora e geme...

E a Morte passa...E, quando passa, freme

De mêdo e susto a Natureza em…
Continuar

Postado em 1 outubro 2010 às 15:30 — 11 Comentários

Caixa de Recados (8 comentários)

Você precisa ser um membro de Comunidade fangueira para adicionar comentários!

Entrar em Comunidade fangueira

Às 19:32 em 3 novembro 2010, Jorge de Sequeira disse...
Maria Manuela
Tudo bem? Tenho notado que andas um pouco afastada da «Comunidade» pelo menos é a minha impressão.
Agora veio à lembrança que o teu Tio Alceu usava o pseudónimo de "Moscardo". Não me sabes dizer o motivo?
Muita saúde e abraço.
Às 16:54 em 17 outubro 2010, Jorge de Sequeira disse...
Maria Manuela
A «Comunidade» foi vítima de comentários de uma tal Rose que mandou a quase todos os membros. Por favor ignora e apaga o comentário que te mandou. Cada vez é preciso ter muito cuidado "viajar" na Internet.
Abraço.
Às 16:35 em 25 setembro 2010, Jorge de Sequeira disse...
As mesmas palavras que disseste sinto eu.
Na meninice e na juventude a Família foi unida. Vieram as heranças do dinheiro e quase tudo caiu. Ainda me lembro dos grandes convívios do Natal e do Ano Novo. Tantas recordações que o "pensar" tem e estão sempre a "bailar". Idas ao Pinhal buscar o musgo, as "recitações" que fazia ao Menino Jesus, o acordar para buscar o "carrinho" que estava no sapato em cima da lareira. Queria ver o Pai Natal de barbas brancas mas não me deixavam. "Nandinho vai para a caminha. O Pai Natal não gosta que o vejam. Ele assim não põe o carrinho dentro do sapato". Tanto e tanto a recordar...
Às 13:31 em 25 setembro 2010, Jorge de Sequeira disse...
Maria Manuela
Ando sempre a percorrer Fão, através da «Comunidade», encontro algo de novo que já está há muito tempo. A frase que tu puseste "Busca de Laços Familiares" é muito bonita e dá muito a pensar. As Famílias não deveriam unir mais? A «Comunidade» deveria ser a união de todos os Fangueiros e Amigos de Fão. «Comunidade Fangueira» é o mesmo que «Família de Fão».
Repetido abraço.
Às 12:15 em 25 setembro 2010, Jorge de Sequeira disse...
Maria Manuela
Não há um "recordar" para pôr na «Comunidade»? Penso que os livros escolares ainda atingiram os tempos em que aprendias as "Letras e os Números". Os teus, e dos restantes Membros, comentários são necessários na «Comunidade».
Abraço.
Às 14:45 em 3 maio 2010, susana santos disse...
eu tenho uma fotografia com os quaro irmãos
Às 14:43 em 3 maio 2010, susana santos disse...
A tia Laura era entre o teu pai e o meu
Às 22:17 em 2 maio 2010, Manuel Ferreira Vieira disse...
Olá Maria Manuela,
bem vinda à Comunidade Fangueira,
Né Vieira
 
 
 

© 2017   Criado por Manuel Ferreira Vieira.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço